Indicadores de segurança de um novo multissuplemento à base de guaraná, selênio e L-carnitina: evidências de células imunes humanas e de minhocas vermelhas.

As doenças neurodegenerativas estão associadas a estados inflamatórios crônicos. Há evidências para apoiar o projeto de novos suplementos à base de guaraná (G) (Paullinia cupana), selênio (S) e L-carnitina (C), cujo uso potencialmente atenua condições neuro oxi-inflamatórias. Portanto, este estudo analisou os efeitos citotóxicos e redox de GSC em leucócitos humanos, a ativação inflamatória de células microglia BV-2 e efeito sobre a mortalidade, metabolismo oxidativo e modulação imune de minhocas vermelhas (Eisenia fetida). As concentrações de GSC testadas em cultura de células estavam na faixa de 0,04-2,1 mg/mL. Todas as amostras suplementadas com GSC testadas reverteram a oxidação do H2O2 nas moléculas de DNA, sugerindo seu potencial genoprotetor. GSC não induziu mortalidade em culturas de leucócitos. Ao contrário, observou-se redução nos níveis de oxidação de lipídios, proteínas e apoptose celular, via downregulation dos genes das caspases 3 e 8. O GSC mostrou um duplo efeito na microglia, diminuindo a proliferação celular em concentrações mais baixas (<0,24 mg/mL) e aumentando a proliferação celular principalmente em concentrações > 1,0 mg/mL. O GSC não teve efeito tóxico sobre as minhocas vermelhas, mas induziu um aumento nas células amebócitos e na formação do corpo marrom, indicando ativação da resposta imune. Os resultados sugerem que o GSC pode ser seguro para consumo humano. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/33596454/.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s